Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

kinhas

18
Abr19

Folar da Páscoa de Infância


Não tenho nenhuma fotografia a comer o tradicional Folar de Olhão, mas guardo bem na memória que desde sempre me lembro de o comer. É doce, doce e é difícil não se gostar deste folar que entre as várias camadas leva uma cobertura de açucar, manteiga e canela. Hoje partilho aqui no meu blog uma receita do famoso Folar do Algarve, como também é apelidado.

 

folar olhão2.JPG

 

 

RECEITA DO FOLAR DE OLHÃO

Ingredientes:

½ cálice de aguardente

1 pitada de sal

120 g de manteiga

20 g de fermento de padeiro

50 g de água

500 g de farinha de trigo

60 g de banha

açúcar e canela q.b. p/ polvilhar

manteiga derretida q.b.

sumo de 2 laranjas

 

Misture a farinha com a manteiga, a banha, o sumo de laranja, a aguardente e a água com o sal.

Desfaça o fermento num pouco de água morna; faça uma cavidade no centro da massa e coloque aí o fermento.

Misture os ingredientes de fora para dentro, amassando muito bem.

Tape a massa e deixe-a levedar até que duplique de volume (cerca de 30 minutos).

Passado o tempo de levedura, divida a massa em oito a dez partes. Estenda cada uma delas com o rolo, numa superfície lisa e enfarinhada, formando círculos ligeiramente mais pequenos do que a base da forma.

Unte abundantemente, de ambos os lados, cada círculo de massa com manteiga derretida e polvilhe-os com uma boa quantidade de açúcar e um pouco de canela. Poderá dosear a quantidade de açúcar, uma vez que a massa não leva açúcar e é nesta fase que determina a intensidade de doce do folar (sugere-se, no entanto, que a quantidade de açúcar seja generosa, para que este não se dilua no bolo, diminuindo a caramelização). A manteiga também deve ser colocada em abundância, pois será ela que, com o açúcar, irá colar as camadas de massa, criando o caramelo e humidade característicos deste folar. Numa forma untada, sobreponha os círculos de massa untada e açucarada, deixando-os levedar até duplicarem o volume.

Entretanto, aqueça o forno a 190º C.

Polvilhe o topo do folar com açúcar e canela e leve a cozer, em forno quente, cerca de 30 minutos.

 

Uma Páscoa Feliz e uma dica, a Páscoa é muito mais do que os folares, as amêndoas e os chocolates. Uma Santa Pascha.

 

Fontes de informação site

Sobre mim

foto do autor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.