Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

kinhas

10
Jun19

Temos um Portugal que nos orgulha.


Hoje, sendo este um dia tão especial para nós portugueses, um dia em que se comemora o dia do falecimento de Luís de Camões, o renovador da Língua Portuguesa, uma das primeiras figuras a internacionalizar o nosso Portugal.

É acima de tudo o dia em que se comemora o dia de Portugal, dos cidadãos portugueses e suas forças armadas.

Durante cerca de quatro décadas, entre o Estado Novo e a Revolução dos Cravos, este era celebrado como o Dia da Raça, a raça portuguesa, e que raça nós temos! Um país tão pequeno mas tão grande ao mesmo tempo. Um país que desperta cada vez mais curiosidade em visitar e viver.

Confesso que são diversas as vezes que quando me vou abaixo por algum motivo, penso que foi do nosso Portugual que partiram para descobrir o mundo, todos aqueles valentões, foi sangue Português, é nosso sangue, é de nossa raça que não nos deixemos cair por situações negativas sem que estas nos tragam ensinamentos.

 

Parabéns Portugal!

 

portugal.JPG

Fontes de imagem pexels

28
Mar19

Sustentabilidade "É p'ra amanhã"


Muito se fala hoje em dia sobre o tema sustentabilidade, no entanto, ainda não se faz o suficiente para ajudar o nosso planeta.

Inspirados no documentário francês "Demain", seis jovens portugueses decidiram criar o projeto "É p'ra amanhã" e com ele percorrer Portugal à procura de projetos e iniciativas sustentáveis como forma de incentivar a comunidade à mudança.

 

epraamnha.JPG

 

A equipa que é composta por, Luis Costa (Engenheiro biomédico), Pedro Serra (realizador), Edgar Rodrigues (designer de comunicação), Francesco Rocca (investigador de produtos sustentáveis), Teresa Carvalheira (designer de moda) e Verónica Silva (produtora de conteúdos), foram fazendo várias candidaturas a financiamentos, inclusivé, fizeram candidatura ao programa da AMI, intitulado, ‘No Planet B‘, que é um financiamento da União Europeia e do Instituto Camões. No dia 1 de outubro do ano passado, receberam a feliz notícia que fez com que este projeto viesse a ter um novo rumo, souberam que foi aprovada a candidatura no projeto ‘No Planet B‘, no valor de 50 mil euros, iniciando desta forma uma campanha de 'crowdfunding' para angariarem 10% do valor da ideia, uma vez que o ‘No PLANet B’ impõe que essa percentagem seja auto financiada.

Com o intuito de “partir para a estrada” em abril e percorrer durante dois meses Portugal de “lés a lés”, a equipa, inicia uma campanha de 'crowdsourcing' para “enriquecer” a sua base de dados de projetos sustentáveis nas áreas da energia, educação, economia, produção de alimentos e moda.

Estou em "pulgas" para ver o documentário.

Obrigado por quererem dar a conhecer outros estilos de vida e com isto mudar mentalidades. Obrigado por quererem fazer diferente. Porque eu acredito num mundo mais sustentável.

 

50863666_279186932766380_1104820087094771712_n.jpg

 

Fontes de imagem, Site, informação, Site.

22
Mar19

De São Bernardo a Bernardas


No antigo Mosteiro feminino de São Bernardo, pertencente à Ordem Cisterciense ou Ordem de Cister, em Tavira, datado de 1509, um projeto aprovado e iniciado pelo Rei D. João III e dado por terminado com o Rei D. Manuel I, tendo sido o único mosteiro feminino desta Ordem em todo a região Algarvia, Ordem esta que nasceu com o objetivo de combater os infiéis, através da concessão de bulas papais e privilégios aos guerreiros que combatiam nas cruzadas; renasceu em 2012, com o chamado Convento das Bernardas Residence, um projeto do conceituado Arquiteto Eduardo Souto de Moura.

Uma residencial que se destaca pela sua imagem única, um edifício com inúmeras janelas com diferentes formas rasgadas nas paredes. Um edifício texturado, rugoso em tons bege que nos transmite transquilidade.

Para quem não conhece, é de certo um lugar a conhecer.

 

Untitled-1.jpg

 

ESM_23.jpg

 

ESM_24.jpg

 

ESM_26.jpg

 

ESM_27.jpg

 

ESM_28.jpg

 

ESM_30.jpg

 

ESM_31.jpg

 

ESM_32.jpg

 

LFA_20130312_008.jpg

 

LFA_20130312_013.jpg

 

Fontes de imagem, Plataforma de Arquitectura, fotógrafo Luís Ferreira Alves.

16
Mar19

Ilustrações de André Letria em Olhão


Terminou ontem, mais uma exposição temporária na Biblioteca Municipal de Olhão, esta ligada ao Mar, teve no seu objetivo dar a conhecer, aos Olhanenses e a todos os que os visitam, os trabalhos do ilustrador português André Letria. Tive o prazer de a poder comtemplar no passado mês de fevereiro, embora pequena, deu para ficar a conhecer estes trabalhos deste ilustrador português.

 

cartaz-exposicao-mar-olhao.jpg

 

 

André Letria, está descrito na biografia da Wikipédia como tendo nascido em 1973 em Lisboa.

Frequentou o curso de Pintura da Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Desde 1992 que trabalha como ilustrador, contribuindo com ilustrações para livros infantis e várias publicações periódicas como O IndependenteJornal de Letras ou as revistas LivrosVisão ou Ícon.

Ganhou diversos prémios e tem livros publicados em países como Estados Unidos, Brasil, Espanha e Itália. André Letria participou ainda em diversas exposições, como a Bienal de Bratislava, a Exposição de Ilustradores da Feira de Bolonha, a Sarmede e a Ilustrarte.

Além da ilustração de livros, realizou também filmes de animação e trabalhou em cenários para teatro. No ano de 2012, foi convidado para fazer parte do júri do Prémio Digital da Feira do Livro Infantil de Bolonha. Em 2010 criou a editora Pato Lógico, dedicada essencialmente à edição de livros infantis."

 

P2090274.JPGP2090268.JPGP2090266mod1.jpgP2090266.JPG

Fotos capturadas por Kinhas

15
Mar19

Casa Terras 8


Mais um bom exemplo de arquitetura portuguesa, a Casa Terras 8, resultou de uma reabilitação urbana. Agora que está muito em voga a reabilitação de casas antigas aproveitando a fachada e dando-lhes um aspeto mais moderno, este é um resultado final que resultou muito bem.

Esta moradia situada no bairro de Belém em Lisboa teve o seu projeto concebido pelo atelier de arquitetura Colectivo Cais, em que aliou a sua fachada de azulejos tradicionais com uma ampliação minimalista.

 

 

1111.jpg

CaisAjuda19.jpg

 

CaisAjuda04.jpg

 

CaisAjuda05.jpg

 

CaisAjuda06.jpg

 

CaisAjuda07.jpg

 

CaisAjuda08.jpg

 

CaisAjuda12.jpg

 

CaisAjuda17.jpg

 

Fontes de fotografias Francisco Nogueira em Plataforma de Arquitectura.

18
Fev19

Caiações do 'Moinho Barroco'


Hoje vamos até ao Alentejo, mais precisamente ao Moinho Barroco em Arraiolos. Lá bem nesse sítio podemos encontrar as Casas Caiadas, três lindas casas de aparência alentejana que um casal de Lisboa conseguiu recuperar para turismo rural. Quase parece um presépio. Está muito bem conseguida a forma como aliaram a arquitetura tradicional, com objetos e materiais tradicionais com mobiliário contemporâneo. Está simples e dá vontade lá viver.

Este é um projeto de Pereira Miguel Arquitectos.

As fotografias são de Fernando Guerra | FG+SG, Rute Raposo.

 

CC2.jpg

 

090107_01.jpg

 

_GG_9201.jpg

 

090833_01.jpg

 

090112_01.jpg

 

090128_01.jpg

 

090772_01.jpg

 

090702_01.jpg

 

090662_01.jpg

 

090495_01.jpg

 

Autoria das imagens, Fernando Guerra | FG+SG, Rute Raposo.

13
Jun18

Caiações do 'Moinho Barroco'


Hoje vamos até ao Alentejo, mais precisamente ao Moinho Barroco em Arraiolos. Lá bem nesse sítio podemos encontrar as Casas Caiadas, três lindas casas de aparência alentejana que um casal de Lisboa conseguiu recuperar para turismo rural. Quase parece que estamos num cenário de presépio. Está muito bem conseguida a forma como aliaram a arquitetura tradicional, com objetos e materiais tradicionais com mobiliário minimalista. Está simples e dá vontade lá viver.

Este é um projeto de Pereira Miguel Arquitectos.

As fotografias são de Fernando Guerra | FG+SG, Rute Raposo.

 

090532_01.jpg

 

CC2.jpg

 

090107_01.jpg

 

_GG_9201.jpg

 

090833_01.jpg

 

090112_01.jpg

 

090128_01.jpg

 

090772_01.jpg

 

090702_01.jpg

 

090662_01.jpg

 

090495_01.jpg

 

Autoria das imagens, Fernando Guerra | FG+SG, Rute Raposo.

29
Mai18

Quando o que é nosso pertence ao mundo


Portugal tem muitas coisas desejadas pelos que cá nos visitam. Tem o nosso litoral, o nosso interior, a nossa Lisboa, o nosso Porto, o nosso Alentejo, o nosso Algarve, o nosso Fado, o nosso clima, a nossa gastronomia, etc, etc... Levava aqui a enumerar uma infinidade de coisas boas que temos. Mas é através das nossas tradições que vos quero cativar. Do nosso artesanato, da nossa cerâmica, da nossa tecelagem e da Casa Cubista.

Porquê esta conversa toda? Porque a Casa Cubista, um nome bastante português e originário de Olhão, é uma empresa criada por dois canadianos que vieram de Toronto conquistados pelas nossas tradições e decidiram criar, recriar e inventar novas peças com os nossos materiais, inspirados em objetos que fazem parte da nossa história. Tudo feito pelas mãos destes dois canadianos.

Estou completamente rendida a estes trabalhos.

 

12916840_1720031871571648_2009648012011989003_o.jp

 

22295_1718171461757689_7188104491277341362_n.jpg

 

941364_1720854994822669_8955661466819943165_n.jpg

 

12376620_1719212208320281_197646790208559368_n.jpg

 

13007343_1726923124215856_195393844101558657_n.jpg

 

13151819_1732312323676936_3841736564756825718_n.jp

 

13177290_1732802500294585_6363702519369561677_n.jp

 

13237604_1737912889783546_6893107828626282188_n.jp

 

13240700_1740927319482103_5928309817338077238_n.jp

 

13260202_1741276852780483_8755617715934332819_n.jp

 

Fontes de informação e imagem, páginas Casa Cubista.

27
Mai18

Moradia Terras


Um bom exemplo de arquitetura portuguesa, a Moradia Terras, resultou de uma reabilitação urbana. Agora que está muito em voga a reabilitação de casas antigas aproveitando a fachada e dando-lhes um aspeto mais moderno, este é um resultado final que resultou muito bem.

Esta moradia situada no bairro de Belém em Lisboa teve o seu projeto concebido pelo atelier de arquitetura Colectivo Cais, em que aliou a sua fachada de azulejos tradicionais com uma ampliação minimalista.

 

1111.jpg

 

CaisAjuda19.jpg

 

CaisAjuda04.jpg

 

CaisAjuda05.jpg

 

CaisAjuda06.jpg

 

CaisAjuda07.jpg

 

CaisAjuda08.jpg

 

CaisAjuda12.jpg

 

CaisAjuda17.jpg

 

Fontes de fotografias Francisco Nogueira em Plataforma de Arquitectura.

Sobre mim

foto do autor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.